Ben Armstrong, o homem por trás do Bitboy Crypto, disse que está retirando o processo de difamação contra o criador de conteúdo do Youtube Erling Mengshoel Jr., que atende pelo nome de Atozy.

Armstrong entrou oficialmente com o processo contra Mengshoel Jr. em 12 de agosto em resposta a um vídeo de novembro de 2021 intitulado “Este YouTuber engana seus fãs… Bitboy Crypto” que alegou que Armstrong estava promovendo desonestamente ativos duvidosos para seu público, como o PAMP, para seu próprio ganho. Ele estava pedindo US $ 75.000 em danos sobre o calvário.

No entanto, Armstrong sugeriu em uma transmissão ao vivo de 24 de agosto que agora está retirando a reclamação depois que Mengshoel Jr. conseguiu levantar mais de US$ 200.000 para sua defesa.

O cripto YouTuber destacou que inicialmente apresentou a queixa com o objetivo de fazer com que Mengshoel Jr.

No entanto, Armstrong explicou que, como Atozy agora tem o suficiente para cobrir os custos legais, e com proeminentes traders/podcasters de criptomoedas como Cobie (Jordan Fish) doando US$ 100.000 para a causa, a disputa foi além do que ele pretendia inicialmente.

“Então, vamos desistir do processo, 100% e lamento que isso tenha se tornado público, lamento que isso tenha sido mal interpretado, mas eu só quero que vocês entendam por que eu estava fazendo isso. Não se tratava de um processo de palhaçada.”

“Quando alguém insinua que você pode ter problemas com a SEC, isso não é frívolo, é um assunto muito sério. E então, da minha perspectiva, tentar defender minha reputação, tentar fazer com que ele removesse o vídeo que literalmente contém informações erradas, era tudo o que eu queria”, acrescentou.

No momento em que escrevo, o vídeo de Atozy ainda está no ar e tem quase 190.000 visualizações. Na transmissão ao vivo do Bitboy, Armstrong implorou a Mengshoel Jr. que pelo menos editasse partes do vídeo pelas quais ele se ressentiu. Em última análise, no entanto, Armstrong observou que Atozy “ganhou”.

Comentando o assunto, Atozy afirma que tudo ainda não foi resolvido, pois ainda aguarda a confirmação oficial de seu advogado de que a denúncia foi julgada improcedente por “preconceito”.

“Foi-me dito pelo meu advogado que se não for com prejuízo ele pode arquivar a qualquer momento”, escreveu ele, acrescentando que assim que a confirmação oficial chegar, ele devolverá todo o dinheiro a todos que doaram para a causa.