Google Meu Negócio para restaurantes: dicas essenciais

Google-meu-negocio-restaurantes-dicas-essenciais

Muitos donos de restaurantes com delivery acreditam que não precisam de uma página no Google Meu Negócio para restaurantes. Na opinião desses empreendedores, basta estar nos aplicativos de entregas para ter toda a demanda de pedidos possível e não precisar de nenhum tipo de estratégia extra. No máximo, alguns anúncios nas redes sociais, com especial destaque para o Instagram.

No entanto, as coisas não funcionam assim. Por mais que os aplicativos de delivery sejam auto-suficientes e tenham tido um crescimento gigantesco em 2020, o fato é que novos meios de conversão nunca são demais – e, nesse aspecto, o Google Meu Negócio para restaurantes não deve nunca ser menosprezado. Portanto, é importantíssimo ter uma página nessa plataforma também.

Se você for dono de um restaurante, uma dica que damos antes mesmo de abrir seu negócio é que tenha um diferencial. Invista na sua publicidade mas invista também nos melhores cursos de culinária online. Assim, você terá um destaque que pode chamar seus clientes, a boa comida. 

Mas como trabalhar o Google Meu Negócio para restaurantes do jeito certo? Confira algumas dicas essenciais abaixo!

5 dicas para trabalhar com o Google Meu Negócio para Restaurantes

1. Entenda os micro-momentos

O Google identificou no comportamento do consumidor moderno algo chamado de “micro-momentos”. Esse conceito foi desenvolvido organicamente por causa justamente do buscador.

Basicamente, um micro-momento acontece quando o consumidor passa por uma jornada de compras completa em poucos segundos, talvez poucos minutos. Por exemplo, quando você pesquisa por “encanador perto de mim” no Google e contrata o primeiro é um micro-momento.

Para restaurantes, micro-momentos são vitais. Afinal de contas, muitas pessoas pesquisam por “pizzaria por perto” ou semelhantes no Google. É uma forma comum de conseguir encontrar um bom lugar para comer.

No entanto, quanto uma busca dessas acontece, o Google apresenta primeiro um mapa da cidade do usuário com os 3 principais locais que podem servi-lo. Estar nessas 3 posições é ganhar muitos clientes.

O truque é que o Google usa as melhores empresas no Google Meu Negócio para isso. Portanto, ter uma página lá com destaque trará muitos clientes para você.

2. Estimule a participação

Para ter uma boa posição no Meu Negócio, você precisará de algo chamado “Prova social”. Para o Google, isso se traduz pelas avaliações positivas que você recebe. Quanto mais avaliações de 5 estrelas e comentários positivos, maiores as chances de você ser mais recomendado pelo Google.

Por isso, estimule a avaliação positiva no Meu Negócio. Entregue aos clientes uma mensagem informando a importância da avaliação, treine seus funcionários para agradar mais e faça o possível para ganhar aquelas 5 estrelas. Quanto mais avaliações positivas, mais clientes.

Se tiver muitas dúvidas de como fazer isso, procure livros sobre empreendedorismo.

3. Preencha o perfil com todos os dados

O Google Meu Negócio é uma espécie de “lista amarela” da Internet. Trata-se de um catálogo com as informações básicas de uma empresa. Para um restaurante, é vital informar o máximo de dados possíveis para gerar mais conversões.

Além do endereço, número de telefone e dados básicos, informe também a faixa de preço, tipo de comida, capacidade total de clientes no local e mais. Coloque também seu cardápio e ótimas fotos para estimular os pedidos. Isso ajudará a converter mais e destacar seu restaurante da concorrência que já está lá no Meu Negócio também.

4. Produza conteúdo

O Google Meu Negócio tem uma pequena aba para responder dúvidas e perguntas dos seus consumidores, ainda que por algum tempo. Portanto, use essa aba para produzir conteúdo que seja engajante e que posicione bem sua empresa perante o público.

Lembre-se de que o Google tem 100 bilhões de buscas mensais. Na prática, isso significa ter uma enorme quantidade de gente atrás do que você tem a dizer. Só é preciso encontrá-las.

Nesse conteúdo, esclareça as dúvidas mais comuns dos consumidores, responda dúvidas e tente abordar temas importantes para o seu estabelecimento. A ideia é que o conteúdo ajude a trazer pessoas para o seu restaurante.

5. Pense em turistas

Por fim, lembre-se de que sua cidade pode receber turistas. Ainda que ela não seja um pólo turístico, poderá receber moradores de outras cidades. Portanto, insira formas úteis para que os turistas possam aproveitar o Meu Negócio para pedir com você.

Isso inclui, por exemplo, inserir o seu cardápio para que as pessoas vejam os preços e as fotos de cada prato. Para quem está de turismo, essa informação ajudará a decidir onde comer em cada dia da sua viagem.

Se possível, preencha as informações em outros idiomas também. O Inglês e o Espanhol são os principais para quem é brasileiro, já que são os idiomas mais falados pelos turistas internacionais que visitam o Brasil.

Prontinho! Agora que você já sabe como usar o Google Meu Negócio para restaurantes, poderá criar essa nova ferramenta de aquisição de clientes para o seu empreendimento. O ideal é ter as mais distintas fontes de tráfego para a sua empresa, de modo a nunca ficar dependente de uma opção só e nem deixar seu restaurante com mesas vazias (ou sem pedidos para entregar).

E aí, gostou da nossa lista de dicas? Então comente abaixo com a sua opinião sobre o assunto!